segunda-feira, 5 de novembro de 2012

A PÁGINAS TANTAS - ILSE LOSA

Aproxima-se o centenário da data do nascimento da escritora portuguesa de origem alemã, Ilse Losa. Apesar de ser conhecida pelos seus livros para as idades mais infantis, atrevo-me a recomendar a sua leitura aos mais velhos. Começamos por aconselhar o conto “Silka”, talvez um dos mais belos que escreveu, que nos narra a história de uma rapariga com o mesmo nome. É uma história muito mágica, de amor, mas também um pouco trágica, na medida em que nos revela quão cruel pode a natureza humana ser. O conto “Faísca” é a ternurenta história de um cão, mas sortudo! Enquanto uns são abandonados, outros têm a sorte de serem cobiçados por dois donos. E quem ganha? “Beatriz e o plátano” revela preocupações de ordem ambiental e é, também, uma história muito ternurenta. “A flor azul” é um livro de contos em que as temáticas são variadíssimas. O conto que dá o nome ao livro versa a amizade e o seu valor, mesmo quando as idades são diferentes. O conto “Ponte”, dotado de uma pontinha de humor, aborda o tema da mentira. Enfim, descubra qual o seu preferido. Finalmente, aconselho O mundo em que vivi, a história de uma menina judia, Rose, que viveu na altura da primeira grande guerra, sofrendo, por isso mesmo e cuja família se vê obrigada a emigrar. Rose narra acontecimentos da sua infância com o olhar imposto pela distância mas, de qualquer modo, o olhar quente de quem narra precisamente o que viveu. Todas estas histórias e ainda outras escritas pela brilhante Ilse Losa conduzi-lo-ão para o mundo fantástico da literatura e para o prazer da leitura. Decore este nome: Ilse Losa.

Sem comentários:

Enviar um comentário